Caim e Abel

Categoria:

A oferta de Abel não foi melhor em essência que a oferta de Caim! A oferta não torna ninguém diferente, ou melhor, diante de Deus, pois tudo que há na terra pertence a Deus, tanto os frutos da terra quanto as crias das ovelhas.

“Todos estes morreram na fé. Não alcançaram as promessas” ( Hb 11:13 )

Uma das características inegável da fé esta na esperança proposta e não nas conquistas e realizações pessoais que muitos pensam em conquistar.

Observe os exemplos citados pelo escritor aos Hebreus:
"Pela fé Abel ofereceu melhor sacrifício"

Muitos pensam que o diferencial entre Caim e Abel estava na oferta que apresentaram a Deus. Pensam que a oferta de Abel foi melhor que a oferta de Caim.

Sobre este aspecto escreveu Scofield: "Este tipo se destaca em contraste à oferta desprovida de sangue, de Caim, dos frutos da terra e declara, na infância da raça humana, a verdade principal de que 'sem derramamento de sangue não há remissão'" ( Hb 9:22 ; Hb 11:4 ).

É correto que sem derramamento de sangue não há remissão de pecado, mas esta verdade não valida a primeira parte da frase de Scofield.

A oferta de Abel não foi melhor em essência que a oferta de Caim! A oferta não torna ninguém diferente, ou melhor, diante de Deus, pois tudo que há na terra pertence a Deus, tanto os frutos da terra quanto as crias das ovelhas.

"O diferencial está na confiança do ofertante, e não na oferta!"

Abel alcançou testemunho de que agradara a Deus, ou que ofereceu melhor sacrifício pela fé, e não por meio do sacrifício.

Deus não aceita as pessoas por causa de suas ofertas e sacrifícios, e sim, pela confiança que depositam em Deus. Caim foi até Deus confiando em sua oferta, e, por isso, ele não foi aceito e nem a sua oferta.

Abel foi até Deus convicto que seria aceito e galardoado. Ele foi aceito e a sua oferta também. Abel confiou em Deus, que é galardoador, e Caim confiou na sua oferta, continuando reprovável diante de Deus.

Abel recebeu a recompensa, pois Deus atentou para Ele e para a sua oferta. Observe que Deus atenta em primeiro lugar para o homem que n'Ele confia, e depois para a oferta. O testemunho de Deus quanto a oferta de Abel decorre do fato de ele ter sido aceito por Deus pela fé.

Observe que, pela fé Abel ofereceu melhor sacrifício que Caim, tanto que, até depois de morto a sua oferta lhe deu testemunho da justiça alcançada.

Em nossos dias vemos muitos lideres religiosos concitando os seus liderados a fazerem votos e contribuições. Para isso, apresenta a oferta ou o sacrifício como elemento para fazer o homem alcançar a 'bênção' de Deus.

Esses lideres argumentam que, quando maior a oferta, maior é a fé do ofertante. Invertem os valores que a bíblia apresenta, onde o homem só é aceito por Deus por meio da fé, e, depois a oferta é recebida por Deus.

Abel não foi até Deus por causa de uma 'bênção', mas pela fé alcançou um bom testemunho "Foi por ela que os antigos alcançaram bom testemunho" ( Hb 11:2 ).

Desta forma compreendemos o exposto pelo escritor aos Hebreus: "Pela fé Abel ofereceu a Deus mais excelente sacrifício do que Caim..." ( Hb 4:4 ).

Por ter se aproximado de Deus pela fé, de Deus Abel recebeu testemunho de que era justo. Observe que a oferta jamais poderia justificar Abel, pois o escritor aos Hebreus já havia demonstra que o sangue de animais jamais poderiam tirar pecados ( Hb 10:4 ).

O que é impossível a sangue de touros que se oferece em holocaustos, é possível pela fé, pois, pela fé Abel alcançou de Deus testemunho de que era justo "... pelo qual alcançou testemunho de que era justo..." ( Hb 11:4 ).

Compartilhe

Artigos Relacionados

2 Response to Caim e Abel

31 de dezembro de 2011 22:08

Muito interessante essa publicação... O estudo da Fé, é algo que merece nossa atenção. Quanto mais a exercitarmos, maior será nossa capacidade de agradar a Deus!
Deus abençoe a todos.

31 de dezembro de 2011 22:09

Muito interessante essa publicação... O estudo da Fé, é algo que merece nossa atenção. Quanto mais a exercitarmos, maior será nossa capacidade de agradar a Deus!
Deus abençoe a todos.

Postar um comentário